20 de março de 2010

Supreender

To acustumando a fazer introduções pra cada post mas como esse vai ser um post curto, ou espero que seja, vou só dizer que to puto porque o trabalho que to fazendo não ta dando certo. Incrivel como as coisas funcionam na sua cabeça. Quando se coloca as mãos na obra é que se percebe o quão dificil a coisa toda é. "Não pensei que fosse tão dificil.." Meu lema do fim de semana.

Bom.. hm.. não sei bem como falar..

Quando se conhece alguem, seja la quem for sempre fica um clima estranho num contato inicial. Talvez vc não saiba muito bem sobre o que falar com a pessoal. Isso acontece direto comigo mesmo com pessoas que convivo diariamente. Se eu ficar meia hora sozinho com pessoas assim, aposto que as mãos não vão sair do bolso e os olhos não vão sair do chão.Diferente disso é quando se conhece alguém e acontece de tudo ser muito compativel. Muito mais compativel do que se espera a primeira vista. A supresa que a pessoa causa é uma sensação muito boa.

O problema disso é que essa sensação parece que vai desaparecendo com o tempo. Chega um ponto que de tanta convivencia parece que a relação se torna previsivel. Aquela surpresa não existe mais e fica apenas a companhia. A companhia não é ruim mas pode ser melhor quando se é surpreendido.

Ja tentou fazer alguma coisa diferente? Alguma coisa do tipo: "poxa.. nunca pensei que pudesse fazer isso O.o"

acho que é isso.. nada demais

Abraços!

4 comentários:

  1. Não entendi... Seu trabalho é em grupo?!?

    xD

    ResponderExcluir
  2. você deve estar realmente puto...pq você tentou explicar mas não conseguiu...até conseguiu mas não tanto (não leve a mal) (eu não te levei a mal) xD

    ResponderExcluir
  3. Descobri teu blog hj, achei bacana, este post em específico inicia com um pensamento teu sobre um trabalho e logo passa para ocorrências de um relacionamento, cool. [seguindo]

    nosomdaspalavras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Muito obrigado pelo comentário e apoio ao meu texto. Espero que se entretenha com tudo que tenho a oferecer.

    Saudações do Pierrot.

    ResponderExcluir